Trilhos Serranos

Está em... Início Poesia COLONIZADOR E COLONIZADO
quinta, 17 outubro 2019 09:01

COLONIZADOR E COLONIZADO

Escrito por 

A FORÇA DA MEMÓRIA

Estranho é o ser humano

Nestas suas andanças pela terra

Basta estudar o passado

De tanto século, dia ou ano.


Ele conquista, ele é conquistado

E no eterno jogo do “perde ganha”

Negoceia, batalha, faz guerra

E, depois, submisso ou libertado

(Assim o reza a história)

Cada qual onde pode se amanha

E, lá como cá, onde quer que seja

Ó gente, é da nossa natureza

(Tal como é a vida e a morte)

Com garantida certeza

(Muito mais que a incerta sorte)

O colonizador volve colonizado

E carrega no bornal da memória

Tudo o que foi perdido e ganhado.






Abílio/2019
Ler 404 vezes
Mais nesta categoria: « ONDAS NATAL »
Abílio Pereira de Carvalho

Abílio Pereira de Carvalho nasceu a 10 de Junho de 1939 na freguesia de S. Joaninho (povoação de Cujó que se tornou freguesia independente em 1949), concelho de Castro Daire, distrito de Viseu. Aos 20 anos de idade embarcou para Moçambique, donde regressou em 1976. Ler mais.