Trilhos Serranos

Está em... Início Poesia ESPINGARDA
terça, 26 março 2019 22:28

ESPINGARDA

Escrito por 

BERETTA


De pé, na vertical ou deitada,

Inclinada,

Na horizontal que seja


DC8F118B-BB92-464F-A41F-4CB5A0664E45Esteja ela como estiver

Assim decorada

Esta Beretta

Mete inveja

A homem ou mulher

E, mais do que na caçada,

Se delicia com a beleza incorpoda

Em toda ela:

A coronha de nogueira

Aveludada.

As platinas completas

Repletas de vida

Cheias de movimento e cor

São um encanto

Para quem dá valor

E vive o campo

Vive a natureza

Vive, enfim, a arte inventiva

Que deflui dela.




Abílio 


Ler 22 vezes
Mais nesta categoria: « NATUREZAS MORTAS
Abílio Pereira de Carvalho

Abílio Pereira de Carvalho nasceu a 10 de Junho de 1939 na freguesia de S. Joaninho (povoação de Cujó que se tornou freguesia independente em 1949), concelho de Castro Daire, distrito de Viseu. Aos 20 anos de idade embarcou para Moçambique, donde regressou em 1976. Ler mais.