Trilhos Serranos

Está em... Início História SERRA DO MONTEMURO - UMA AVENTURA
segunda, 02 julho 2018 18:55

SERRA DO MONTEMURO - UMA AVENTURA

Escrito por 

EM 1917 SUBIR A SERRA ERA  UMA AVENTURA

Tenho dito e repetido que, quando menino de escola, andava pelos montes de Cujó a guardar gado e, do sítio mais alto, a minha vista alcançava a linha do do horizonte da serra do Montemuro, ali se acabava o mundo. Para lá desse horizonte só a IMAGINAÇÃO e DESEJO. E sei, de pura verdade, que tanta gente  das redondezas VIVEU  e MORREU sem poder ir lá e além de lá.

Montemuro

 

 

 

Hoje, montado na minha MOTA, vingo-me da IMPOSSIBILIDADE de poder vê-la e conhecê-la nessa idade de aspirações e sonhos. Por isso, de quando vez, lá estou a limpar a vista e a ouvir a COTOVIA, o mesmo chilreio “arriba...arriba...arriba” que tanto admirava nos montes de Cujó. Tempos que lá vão, mas ciente, embora, haver conterrâneos, que nunca lá foram.

A ilustração que se segue é uma notícia publicada no jornal “O Castrense” de 1917. Por ela ficamos a saber que, ir às PORTAS DO MONTEMURO, era uma AVENTURA para poucos, ainda que muitos aspirassem a isso. Ora façam o favor de ler:

 

Ler 8 vezes
Abílio Pereira de Carvalho

Abílio Pereira de Carvalho nasceu a 10 de Junho de 1939 na freguesia de S. Joaninho (povoação de Cujó que se tornou freguesia independente em 1949), concelho de Castro Daire, distrito de Viseu. Aos 20 anos de idade embarcou para Moçambique, donde regressou em 1976. Ler mais.