Trilhos Serranos

Está em... Início Crónicas COMENDADORES E CONSELHEIROS
quarta, 15 maio 2019 17:14

COMENDADORES E CONSELHEIROS

Escrito por 

EU FALO A SÉRIO

Recentemente, nos meus “TRILHOS SERRANOS”, a propósito da linguagem e atitudes das nossas gentes, quando tratei do trabalho do “CANTÉS”, esse profissional que, de aldeia em aldeia, cosia “louça, guarda-sois e penicos, zic-zac” escrevi o seguinte texto:

 

 “Acabou a Monarquia e veio a República, mas a vassalagem permaneceu no verbo, no gesto e no uso. Permaneceu o hábito da vénia, do beija-mão (comum à nobreza e ao clero), do vergar a cerviz perante o poder. É só ver certos cidadãos correrem aos Paços do Concelho, após cada ato eleitoral, a felicitarem os ganhadores. É só reparar no gesto de qualquer condecorado em cerimónia pública face ao galardão que recebe. Seja Torre de Espada ou similar, título de Conselheiro, ou Comendador, vergada a cerviz, vassalagem garantida. Do ritual que elevava ao grau de “cavaleiro” o jovem guerreiro, posto de joelhos, cabeça baixa, frente ao rei ou qualquer outro senhor a encostar-lhe a espada no ombro, nesses tempos idos, é um saltinho até aos tempos de hoje. É só olhar e ver”.

Anda agora por aí um “aqui d’el-Rei” contra a COMENDA que foi concedida a um certo FABIANO (cujo nome omito para não borrar a minha escrita) pelo senhor Presidente da República. Esse grito do IPIRANGA vem tarde demais para mim, como aqui deixo claro. Contra AMIGUISMOS, COMPADRIOS E CLIENTELAS me tenho batido publicamente sempre. Mesmo nos núcleos da minha FAMÍLIA IDEOLÓGICA. Querem provas? Passeiem pelos meus TRILHOS SERRANOS e tê-las-ão.

C7485534-CFD3-40DD-93BC-38375A7D10EE

Ler 132 vezes
Abílio Pereira de Carvalho

Abílio Pereira de Carvalho nasceu a 10 de Junho de 1939 na freguesia de S. Joaninho (povoação de Cujó que se tornou freguesia independente em 1949), concelho de Castro Daire, distrito de Viseu. Aos 20 anos de idade embarcou para Moçambique, donde regressou em 1976. Ler mais.