Trilhos Serranos

Está em... Início Crónicas CASTRO DAIRE E O 25 DE ABRIL
sexta, 28 abril 2017 13:55

CASTRO DAIRE E O 25 DE ABRIL

Escrito por 
 

 28 de Abril de 2015 às 18:44 · 

O FACEBOOK  É  UMA  LIÇÃO

No dia 17 de ABRIL (2015) postei nesta página (Facebook)  um texto sobre o «25 DE ABRIL», cantando loas à DEMOCRACIA e criticando o CLIENTELISMO, o AMIGUISMO e o  NEPOTISMO. Esse TEXTO mereceu 8 likes e 3 comentários. No dia «25 DE ABRIL» postei o poema «25 DE ABRIL» que mereceu 21 likes e UMA PARTILHA. No mesmo dia postei a capa do livro com o rótulo «VISADO PELA COMISSÃO DE CENSURA», aludindo ao antes do «25 de ABRIL». mereceu 9 likes. Ainda no dia «25 DE ABRIL» postei novo poema, alusivo ao dia, mereceu 15 likes e um COMENTÁRIO. No dia «27 DE ABRIL» partilhei o vídeo que alojei no Youtube (UM PROTESTO DAS ÁGUAS DO PAIVA) e mereceu, até agora, 13 likes e CINCO PARTILHAS.

JORNAL DO CENTRO

Face a tudo isto quero explicar aos amigos que não é nenhuma obsessão minha pôr o enfoque nesta FESTA. Fiz isso tudo porque tudo isso é pouco, AQUI, EM CASTRO DAIRE. Desde que cá cheguei, em 1983-84, verifiquei que essa FESTA não se vivia por estas bandas. Os nossos ELEITOS, que são os beneficiários diretos da IMPLANTAÇÃO DA DEMOCRACIA (alguns até julgam que são SOCIALISTAS) nem sabem o que isso é. Escrevi quilómetros de textos sobre o «25 DE ABRIL» e sobre a «REGIONALIZAÇÃO». Para quê? se estou rodeado de intelectuais e de revolucionários? A foto que se segue é uma página do «JORNAL DO CENTRO» do dia 24, que alude aos concelhos do distrito de Viseu, onde se COMEMOROU o «25 DE ABRIL». Arranjem uma lupa e descubram nela CASTRO DAIRE.

 8 comentários

4 partilhas

13 João Ribeiro, António Silva e 11 outras pessoas

 

13 João Ribeiro, António Silva e 11 outras pessoas

 

Ana Carvalho Pois, lamento muito. Fico triste. 28 de Abril de 2015 às 19:10 ·

 
 Luis Oliveira -  o pessoal aqui é muito caseiro 28 de Abril de 2015 às 19:19 · 

 
  Manuel Ferreira -  Não é por acaso que o distrito de Viseu é o Cavaquistão,embora a internet seja global. 28 de Abril de 2015 às 20:01

 
Abílio Pereira de Carvalho - Ah! Esqueci-me de dizer que se o "
25 DE ABRIL" fosse uma MISSINHA CANTADA não faltavam, ex-seminaristas, seminaristas, padres e beatas a cantarem o GREGORIANO. 28 de Abril de 2015 às 20:02 

Luis Oliveira -  enchiam a igreja e ainda ficava muita gente no adro 28 de Abril de 2015 às 20:03 · 

 
 Armenio Quintans -  Não é por acaso que o nosso conselho é dos mais atrasados deste país. Razões várias. Sendo certo que se não fosse o Dr Abílio e duas ou três pessoas mais a visibilidade era nula.infelizmente.
28 de Abril de 2015 às 20:33 · 

Dolores Marques - Mas Professor, Portugal será mesmo Lisboa e o resto, paisagens? Não creio nisso, ou será porque a cidade é percorrida pelas mesmas pessoas em vários dos seus lugares. Está aqui tanta gente de Castro Daire, Viseu e etc, etc


link «PROTESTO POLÍTICO» https://youtu.be/lAyFYcMPx18

 

Ler 183 vezes
Abílio Pereira de Carvalho

Abílio Pereira de Carvalho nasceu a 10 de Junho de 1939 na freguesia de S. Joaninho (povoação de Cujó que se tornou freguesia independente em 1949), concelho de Castro Daire, distrito de Viseu. Aos 20 anos de idade embarcou para Moçambique, donde regressou em 1976. Ler mais.