Trilhos Serranos

Está em... Início Poesia O MUNDO
sábado, 26 maio 2018 09:22

O MUNDO

Escrito por 
No mundo há de tudo,

Há o feio e há o belo.

Há a alegria e a tristeza

Há o sonho bonito-surpresa 

E também o pesadelo.


Há a vida e há a morte

A saúde e a doença

O amor e a malquerença

E o azar a par da sorte.


Há o burel e o veludo

Toda a gente pode vê-lo

E seja qual for o uso

A beleza está em tê-lo.


Veste de veludo a nobreza

De burel se veste o povo

Aqui não vejo beleza

Vejo a ovelha e o lobo.


No mundo há de tudo

Há o feio e há o belo

E até um surdo e mudo

De olhos abertos pode vê-lo.


Abílio/maio/2018
Ler 43 vezes
Abílio Pereira de Carvalho

Abílio Pereira de Carvalho nasceu a 10 de Junho de 1939 na freguesia de S. Joaninho (povoação de Cujó que se tornou freguesia independente em 1949), concelho de Castro Daire, distrito de Viseu. Aos 20 anos de idade embarcou para Moçambique, donde regressou em 1976. Ler mais.