Trilhos Serranos

Está em... Início Poesia A CAPUCHA
terça, 07 fevereiro 2017 18:40

A CAPUCHA

Escrito por 

A CAPUCHA

Quem vai ali
Agasalhada assim
Naquele manto de burel?

capuchaO rosto não lho vi
Curvada
Olhos no chão
A medir a passada,
De uma velhinha se trata
Que foi mãe, que foi avó
E carrega em si só
Séculos de vida e de história.

Quem é ela?
Não curei de sabê-lo.
Vergada pela idade
É uma mulher da serra
Certamente
Agasalhada no capuz turdetano
Celta ou lusitano
Um bilhete de identidade
Da nossa gente
Bem posso eu dizê-lo.
E em morrendo a senhora
Que ali vejo andando
Nem me pergunto até quando
Ficará a capucha
Este agasalho de pastora, 
De santa ou de bruxa.

Abílio Pereira de Carvalho
Castro Daire/2012

ver vídeo no Youtube com título «A CAPUCHA»

NOTA: transposto do velho site para este, hoje mesmo

 

voltar imprimir topo
Ler 175 vezes
Abílio Pereira de Carvalho

Abílio Pereira de Carvalho nasceu a 10 de Junho de 1939 na freguesia de S. Joaninho (povoação de Cujó que se tornou freguesia independente em 1949), concelho de Castro Daire, distrito de Viseu. Aos 20 anos de idade embarcou para Moçambique, donde regressou em 1976. Ler mais.