Trilhos Serranos

Está em... Início Poesia BROCADO
sábado, 11 junho 2016 18:13

BROCADO

Escrito por 

 

VÉU DE NOIVA


Uma vez,

(Foi há muito tempo)

Procurei a minha professora Inês

E soube que ela se metera

E morrera

Num convento.


Em clausura

Passara a vida toda

A rezar

E a bordar

Estolas, 

Dalmáticas, casulas

Com esmero tal

Que jamais esqueci

Cada centímetro que vi

Do brocado

Que ela lavrou

Naquele branco acetinado

(Ai o que digo eu)

Véu celestial

De noiva que casou

Com o céu.

Abílio/11/06/2016

Ler 171 vezes
Mais nesta categoria: « SETE ODE À FOME »
Abílio Pereira de Carvalho

Abílio Pereira de Carvalho nasceu a 10 de Junho de 1939 na freguesia de S. Joaninho (povoação de Cujó que se tornou freguesia independente em 1949), concelho de Castro Daire, distrito de Viseu. Aos 20 anos de idade embarcou para Moçambique, donde regressou em 1976. Ler mais.