Trilhos Serranos

Está em... Início Poesia BALÃO
terça, 12 abril 2016 19:44

BALÃO

Escrito por 

 

 

SOBE, SOBE, BALÃO SOBE...

Sobe, sobe, balão sobe!

E vazio nas alturas

Vistoso, ó que relego!

Encanta o patego

Que te olha e vê

E se deixa levar

Leve

Rasgando os ares

À mercê

Do vento.




Sobe, sobe, balão sobe,

Não olhes para trás,

Pois quando rebentares

Nas alturas

E longe espargires

Os sonhos

E as verdades

Que em ti levas

No colorido arco íris

Do universo

Verás

Nessas cores etéreas

O pensamento

E as coisas sérias

Que eu digo em verso.






Abílio/abril/2016


Ler 234 vezes
Abílio Pereira de Carvalho

Abílio Pereira de Carvalho nasceu a 10 de Junho de 1939 na freguesia de S. Joaninho (povoação de Cujó que se tornou freguesia independente em 1949), concelho de Castro Daire, distrito de Viseu. Aos 20 anos de idade embarcou para Moçambique, donde regressou em 1976. Ler mais.