Trilhos Serranos

Está em... Início Poesia CASTANHEIROS CENTENÁRIOS
terça, 30 novembro 2021 18:43

CASTANHEIROS CENTENÁRIOS

Escrito por 

ARREDORES DE VILA POUCA

V.POUCANos arredores de Vila Pouca

Encontrei um velho souto.

O povo, que não é louco

E na tradição sabe o que diz,

Para gente que não é mouca

Afirma dever-se a D. Dinis.

 

Se é desse tempo o plantio

Dos castanheiros que lá vi

Heróis são da nossa história

(Foi isso mesmo que senti)

E bem dignos de memória.


CASTANHEIRO-CHÁSEles bem agarrados ao chão

Sofreram chuva, neve e frio

E serranos, prodigamente,

Sem recurso a artes e manhas

Desfizeram o cerne em castanhas 

Para alimentarem tanta gente

Geração, após geração.



V.POUCA 2

Em sinal de gratidão, 

Fui à  família mostrá-los

E na ocasião retratá-los.

E, com muito carinho  e cuidado,

Numa foto, comigo ao lado,

Num instante ficou fixado

Tanto, tanto tempo passado.

E assim, em foto e versos

Fiz um hino de glória

Aos  heróis da nossa história

Por esTes montes dispersos.


Abílio/2021





Ler 197 vezes
Abílio Pereira de Carvalho

Abílio Pereira de Carvalho nasceu a 10 de Junho de 1939 na freguesia de S. Joaninho (povoação de Cujó que se tornou freguesia independente em 1949), concelho de Castro Daire, distrito de Viseu. Aos 20 anos de idade embarcou para Moçambique, donde regressou em 1976. Ler mais.