Trilhos Serranos

Está em... Início Crónicas TRANSUMÂNCIA
quinta, 16 julho 2020 04:59

TRANSUMÂNCIA

Escrito por 

A VERDADE E A MENTIRA

Não, não e não!

 Um HISTORIADOR não deturpa a HISTÓRIA, nem confunde FACTOS REAIS de trabalho, a forma de ganhar a vida dos PASTORES DA SERRA DA ESTRELA, com RECREAÇÕES FOLCLÓRICAS LOCAIS de ENTRETENIMENTO e de CONVENIÊNCIA, a coberto dos nossos “usos e costumes”. 

 Qual MARAVILHA, QUAL NADA! 

Os REBANHOS de Castro Daire, nunca fizeram TRANSUMÂNCIA. E querer fazer COISA NOSSA que nunca foi, e, para mais, integrá-la na “NOSSA CULTURA, USOS E COSTUMES” é uma autêntica ALDABRICE que pode servir os OBJECTIVOS FOLCLÓRICOS DOS SEUS PROMOTORES E BENEFICIÁRIOS dele, RECEBENDO “X” por cabeça, mas nada tem de verdadeiro e de HISTÓRIA.

 Como cidadão e como HISTORIADOR não vou por aí, jamais darei cobertura a tal EVENTO. Já fiz vídeoS. Já escrevi textos contra essa forma de DELAPIDAR o ERÁRIO PÚBLICO. 

Foi PREGAR NO DESERTO. Mas ainda estou vivo e ainda tenho voz.

E o curioso, é que que eu fui PASTOR antes me passar parte da vida  a decifrar pergaminhos, manuscritos e estudos da especialidade. Talvez por isso e por ter calcorreado montes e vales atrás do rabo dos ovinos e caprinos é que rejeito o FOLCLORE, os tambores, bombos, pífaros, pandeiretas e mais fitas coloridas que engalanam e deturpam uma tarefa de trabablho, suor e cansaço, uma forma esforçada de ganhar a vida.  PASTORES, GADO E CÃES. É só ver e refletir nas imagens que vemos  no vídeo que se segue, de 1990. UM DOCUMENTO AUTÊNTICO.

Os pastores, os protagonistas da narrativa, merecem o respeito dos vindouros. Fazer FOLCLORE em torno deles é uma afronta à honrosa e esforçada profissão que tiveram. Não é HOMENAGEM...é AFRONTA. 

 https://youtu.be/2nnrh1rjojk

Ler 133 vezes
Abílio Pereira de Carvalho

Abílio Pereira de Carvalho nasceu a 10 de Junho de 1939 na freguesia de S. Joaninho (povoação de Cujó que se tornou freguesia independente em 1949), concelho de Castro Daire, distrito de Viseu. Aos 20 anos de idade embarcou para Moçambique, donde regressou em 1976. Ler mais.